Creatina diminui efeito da Finasterida – Mito ou Verdade

Ao participar de um fórum gringo sobre queda de cabelo, um membro levantou a suspeita de que a Creatina pudesse diminuir os efeitos da Finasterida e consequentemente aumentar a queda capilar.

Essa dúvida surgiu não só baseada em relatos pessoais, mas existe um estudo comprovando que após 3 semanas suplementando com Creatina aumentou os níveis de DHT em até 56%. Esse resultado vem levantando várias polêmicas e boatos.

Será verdade? A Creatina realmente aumenta a calvície e perda de cabelo? A resposta encontra nesse artigo.

Creatina vs Calvície

Para entender como a Creatina interfere na queda de cabelo, precisa saber como a calvície surge.

DHT (di-hidrotesterona) é o hormônio ligado a calvície. Ele tem várias funções importante em nosso organismo, mas esse hormônio também é o responsável por causar a queda de cabelo e facilitar o processo da calvície.

Existem estudos(1) apontando que níveis altos de DHT influencia a alopecia androgenética, deixando os folículos capilares mais frágeis, dificultando a absorção de nutrientes e aumenta a queda capilar.

A Finasterida é um medicamento que inibe a 5-alfarredutase, enzima responsável por converter a testosterona em di-hidrotesterona. Ela reduz os níveis de DHT, por isso é o principal medicamento usado no tratamento contra calvície.

Creatina aumenta os níveis de DHT

A ideia de que a Creatina causa a queda de cabelo partiu por meio de um estudo(2). Ele foi realizado em 2009 na África do Sul.

Pesquisadores selecionaram um grupo de jogadores de rugby, homens e com faixa etária média de 20 anos. Um grupo suplementou com 25 gramas de Creatina + 25 gramas de glicose (placebo) diários durante 7 dias seguidos. Outro grupo utilizaram 50 gramas de placebo pelo mesmo período.

Após 7 dias os níveis de DHT aumentaram em 56% no grupo suplementando com Creatina. Após esse período, a dosagem foi reduzida para 5 gramas de Creatina e os níveis ficaram acima de 40%. O grupo suplementando com placebo, não tiveram os níveis alterados.

Essa pesquisa comprovou que o uso de Creatina aumentam os níveis de DHT. Por conta desse estudo, surgiu a ideia de que a Creatina leva a queda de cabelo e diminui os efeitos da Finaterida. Será verdade?

Tomar Creatina aumenta queda de cabelo

Embora possa estar ligado ao hormônio causador da calvície, não existe nenhuma comprovação científica. Por outro lado, não dá para ignorar uma informação dessa.

1 – Lembrando, o estudo foi realizado em atletas de alto nível, jovens e saudáveis. O resultado poderia ser totalmente diferentes em indivíduos sedentários ou que não praticam atividade física regular.

Uma pesquisa mostrou que a prática de exercícios físicos aumentam os níveis hormonais. Segundo o doutor Eduardo Cadore, quanto maior a atividade muscular exercida, maior será o estimulo na síntese de testosterona.

Imagina isso em atletas de Rugby, um esporte que trabalha todos os membros musculares? Obviamente o resultado nos níveis hormonais suplementando com a Creatina será muito maior.

2 – A ingestão da Creatina foi de 25 gramas diários. Sendo que o consumo médio recomendado são de 3 – 5 gramas.

3 – Os níveis mesmo assim permaneceram dentro da normalidade. Então não seria suficiente para ocasionar a queda de cabelo sozinho. Embora pessoas com predisposição genética possa aumentar ou piorar o quadro da calvície.

4 – O estudo só foi realizado durante três semanas, então nada garante que os níveis permaneceriam aumentados ou diminuiriam ao longo das outras semanas.

Existem outros fatores maiores que realmente pode ocasionar na queda de cabelo:

  • Estresse
  • Genético
  • Doenças
  • Medicamentos

A creatina é encontrada na sua forma natural em vários alimentos consumidos diariamente em nossa dieta. Como carnes magras, vermelhas e aves, e também em frutos do mar e peixes como cavala, atum e salmão.

Creatina vs Finasterida

Em alguns fóruns podemos ver relatos de homens falando que após usar a Creatina, notou um aumento na queda do cabelo.

Acredita-se que em pacientes com predisposição genética, utilizando a Finasterida com Creatina impediria que os níveis de DHT aumentassem. Embora não exista estudo, somente durante o tratamento conseguirá saber os efeitos reais.

Rins e fígados

Muitos pensam que a Finasterida e Creatina podem ocasionar em problemas nos rins ou fígado, por isso não devem ser usadas em conjunto.

Não existe nenhuma evidência para nenhuma delas, porém, pessoas com problemas renais ou hepáticas, ambos são contraindicados. Assim como outros alimentos, remédios ou suplementos.

Escreva sua pergunta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.