Finasterida diminuir massa muscular? Verdade ou Mito

Um membro do nosso site surgiu com essa dúvida, pois após utilizar a Finasterida, ele notou uma perda de massa muscular. A dúvida era se a Finasterida teria alguma ligação.

Bom, Finasterida é um medicamento para tratar a calvície masculina. Ela funciona impedindo o seu corpo de converter o hormônio testosterona em di-hidrotestosterona, também conhecida como DHT.

O hormônio DHT é o principal responsável pela calvície, conhecida como alopecia androgenética. Ela desempenha outros papéis no homem, mas isso é conversa para outro artigo.

A testosterona é o hormônio mais importante para o ganho de massa muscular, estimulando o aumento da força, resistência, desempenho e diminuindo os níveis de gordura no corpo.

Os níveis de testosterona no corpo diminuem com passar da idade. Após os 30 anos, cerca de 1% diminui a cada ano. Por isso é mais difícil construir músculos a partir dessa idade.

Finasterida aumentam os níveis de testosterona

Muita gente não sabe, mas a Finasterida pode aumentar os níveis de testosterona no corpo. Inclusive, podemos ver em vários exames um ligeiro aumento nos níveis hormonais.

Por conta disso, muitas pessoas supõem que os níveis mais altos aumentará a síntese proteica e os ganhos de massa muscular. Será verdade?

Após colher algumas informações de praticantes de musculação que iniciaram o tratamento com a Finasterida, recebi relatos diferentes do que acontece na prática.

Finasterida diminuir massa muscular

Como todos já sabem, a Finasterida diminui os níveis de DHT bloqueando a enzima 5-alfa-redutase tipo II, enzima responsável em converter a testosterona em dihidrotestosterona.

Vulgarmente falando, assim todos conseguem entender, se parte da testosterona não é convertida em DHT, acaba sobrando mais esse hormônio. Certo?

Sim! Porém, o DHT tem forte potencial comparado a testosterona sobre o desenvolvimento do tecido muscular e síntese de aminoácidos. Os aminoácidos tem função na síntese de proteína, promovendo energia, recuperação muscular e diminui o risco de lesão.

Por esse motivo, acreditamos que a Finasterida pode ter alguma ligação na perda de massa muscular. Outros fatores podem estar relacionados, como o avanço da idade e outros efeitos colaterais no uso do medicamento.

Efeitos colaterais da Finasterida

A Finasterida pode causar alguns efeitos colaterais que podem interferir no ganho de massa magra, Dentre eles estão a dor de cabeça, tontura ou fraqueza. Esses efeitos combinados podem interferir no treino e consequentemente na massa muscular.

Devemos ressaltar que muitas pessoas usaram a Finasterida e não interferiu no ganho muscular. Pelo contrário! Vejam o que relataram os membros de um fórum sobre calvície:

M. Antonio,

Vou relatar uma experiência ontem:

2 semanas sem treinar, corri 30 minutos depois fiz 2 séries de abdominal, 3 flexão de barra, 3 flexão de braço e fui embora. 5 minutos depois chegando em casa, percebi que não estava cansado e voltei corri mais 30 minutos.

Tudo isso não foi normal pra mim. Não posso afirmar e não se houve interferência da Fina. “

R. Santos,

Eu devo ser de outro planeta, minha testo era mais alta na época que tomava finasterida e tive os melhores resultados de hipertrofia.”

P. Kluivert,

Eu perdi muita massa magra… Nunca mais faço uso dessa droga.”

P. Henrique,

Treino a 2 anos e meio, tomo Finasterida há 1 ano e meio. Notei uma queda no ganho de sempenho. Eu estava em uma crescente, depois de uns 4 meses de Finasterida, meus ganhos ficaram mais difíceis.”

Existem vários outros relatos, Alguns deles, como esse acima, podem ser contestados. Por exemplo, após 1-2 anos de treino é natural ter maior dificuldade para ganho muscular, mesmo sem tomar Finasterida. Mudança na dieta, suplementação e até fatores emocionais podem atrapalhar.

A Finasterida pode levar um aumento da testosterona, que também pode ser convertido pela enzima de aromatase em estrogênio. O estrogênio pode levar a ao acúmulo de gordura, prejudicando o ganho muscular. Não é comum, mas já li relatos de pessoas ganhando peso.

Enfim, não há qualquer comprovação científica. Levando em conta a maioria dos relatos dos homens, a Finasterida mais ajudou do que atrapalhou nos ganhos musculares.

Por isso sempre recomendo fazer exames antes e depois do tratamento. Fica muito mais fácil saber a interferência do medicamento e a solução. Infelizmente, essa prática de realizar exames está cada vez mais diminuindo até mesmo com acompanhamento médico.

Escreva sua pergunta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.