Finasterida para uso feminino

O que é a finasterida?

A finasterida foi inventada, primeiramente, para o tratamento da hiperplasia prostática benigna (HPB), o câncer benigno da prostata, com o nome de “prosca”.

Esse medicamento foi aprovado pelo FDA americano em 1982.

Como todo grande medicamento na história da medicina, os efeitos adversos causados por ela vieram a beneficiar os enfermos.

No caso da finasterida, começou a ser notado que os pacientes tiveram o volume de cabelo aumentado.

Ou seja, a descoberta para o cabelo foi acidental.

Diminuíram a dose do remédio até a mínima dosagem que tratasse o cabelo com o mínimo de efeito colateral.

Para que serve a finasterida?

finasterida para uso feminino

Hoje temos a finasterida 5mg para o tratamento da hiperplasia prostática benigna, e a finasterida 1mg para o tratamento da calvície, alopecia androgenética, aprovada pela ANVISA, nosso órgão regulador, em 1988.

Sendo usada no Brasil para tratamento capilar há mais de 20 anos.

Sem dúvidas, uma das dúvidas das mulheres é: “a finasterida para uso feminino funciona?”

Isso é que vamos descobrir! Continue acompanhando esse artigo!

Finasterida para uso feminino pode ou não?

Fique tranquila, pois a resposta é sim! O uso feminino é liberado!

A calvície feminina não deixa a mulher careca de fato, mas enfraquece os fios e começam a surgir falhas, devido a influência de hormônios.

Existem diversos tipos de calvície feminina, mas independentemente de qual delas você possui, com certeza você não vê a hora de se livrar dela de uma vez por todas e recuperar seus fios.

Se você está tendo problemas com calvície, ficando com o cabelo mais ralo, o finasterida pode ser uma solução para você.

Apesar de polêmico e conturbado, o finasterida é seguro segundo estudos científicos.

A maior parte dos transtornos que espalham por aí que existem, são mais psicológicos do que efeitos do medicamento.

Embora indicado para homens, o uso para mulheres foi liberado, tendo em vista que descobriram a eficácia para elas também.

Entretanto, a dose é ministrada de forma diferente.

Essa medicação é utilizada majoritariamente em mulheres que já se encontram na menopausa, que tem aumento dos hormônios masculinos, não possuem mais chances de engravidar, e, dessa forma, diminui os riscos do uso.

Também podendo ser tomado por mulheres que utilizam de métodos contraceptivos, seguindo rigidamente um tratamento para não engravidar de forma alguma.

Efeitos colaterais da finasterida para uso feminino

finasterida para uso feminino

Alguns perigos podem vir à tona, quando, por exemplo, se a mulher estiver grávida.

A gestante não deve usar o finasterida, pois pode trazer riscos para o feto, como má formação fetal.

Assim como não deve ser utilizado por mulheres que estão em fase de amamentação.

Além disso, é também contraindicado para portadores de problemas renais, doenças no fígado ou depressão.

Por isso, sempre utilize com indicação médica especializada. Toda droga possui seus efeitos colaterais.

Alguns desses efeitos podem incluir: diminuição da libido, aumento e dor nas mamas.

Não deixe de ler a bula!

Veja também: Óleo de coco e Finasterida – Acabe com a calvície agora!

Finasterida para uso feminino engorda?

Não, isso é mito.

Muito se acredita que a finasterida causa esse efeito, mas ela não age ou influencia nessa questão de peso corporal.

Lembrando que a finasterida não é um hormônio, mas sim atua no couro cabeludo bloqueando a ação da enzima 5-alfa- redutase do tipo 2.

Apesar disso, o melhor a se fazer é focar nos benefícios e riscos do que se preocupar se um remédio engorda ou não.

Precisa de receita do finasterida para uso feminino?

Sim, levando em conta que se trata de um remédio, deve haver a prescrição médica para a compra e o acompanhamento especializado.

Finasterida para calvície feminina

finasterida para uso feminino

A finasterida pode ser usada via oral ou tópico.

Ambas são eficientes, mas a via oral é de longe muito mais eficaz para a queda de cabelo. A forma tópica não penetra tanto no couro cabeludo.

Finasterida para uso feminino: como usar?

O seu uso deve ser contínuo para fazer o efeito desejado.

Se pausar o tratamento, vai perder todo o progresso feito até então, e voltará ao ponto principal, onde existirá a calvície ainda.

Uma alternativa é usar o Minoxidil como forma tópica alinhando com a finasterida via oral.

Veja também: Creatina diminui efeito da Finasterida – Mito ou Verdade

E aí, o que achou do nosso assunto de hoje?

Já ouviu falar na finasterida para uso feminino?

Já utilizou? Se sim, quais foram os seus resultados?

Comenta aqui para a gente!

Escreva sua pergunta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.